19 estados disputam o título de maior produtividade da soja

Imagem retirada de http://agrolink.com.br/noticias/19-estados-disputam-o-titulo-de-maior-produtividade-da-soja_356362.html Imagem retirada de http://agrolink.com.br/noticias/19-estados-disputam-o-titulo-de-maior-produtividade-da-soja_356362.html

08/06/2016

Paraná repetiu a liderança no número de inscrições que disputam o maior volume de grãos de sacas por hectare no ciclo 2015/16, com 1.674 agricultores inscritos. Seguido por Rio Grande do Sul (1264), Mato Grosso do Sul (308), Mato Grosso(249), Goiás (240) e outros 14 estados, as inscrições somaram 4.400 áreas, de 799 municípios, na concorrência pelo Desafio de Máxima Produtividade da Soja. O Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB), definiu o espaço Cocamar, em Maringá (PR), como palco da divulgação dos campeões desta safra, onde reunirão cerca de 400 sojicultores, no dia 29 de junho para o anúncio.

Tido como responsável pela queda na produtividade nacional nesta safra, o clima, segundo o Comitê, não intimidará o resultado do Desafio que, segundo a organização, mesmo com intempéries, promete surpreender. “O último levantamento divulgado aponta para 2,3% a menos na produtividade nacional, principalmente, pelo excesso de chuvas durante a colheita ao Sul e escassez no desenvolvimento da soja no Centro-Oeste e na região Matopiba”, pontua o presidente CESB, Luiz Nery Ribas, lembrando a estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). “Mesmo assim, as auditorias do Desafio de Máxima Produtividade, apontam para produtividades elevadas, com surpresas em todas as regiões”, destaca.No total foram 121 auditorias em propriedades de possíveis vencedores do Desafio de Máxima

Produtividade da Soja, número semelhante ao das edições passadas. “É um trabalho que consiste no levantamento de dados e análise das técnicas empregadas, bem como estudo dos custos e lucratividade. Posteriormente, esses dados mais viáveis serão públicos, dando suporte a outros agricultores a expandirem a produção de forma sustentável, de olho também no faturamento”, afirma o coordenador técnico do CESB, Henry Sako.

Além do campeão nacional, com a maior produtividade de soja do Brasil, no dia 29 de junho serão conhecidos os campeões das categorias Soja Não-Irrigada e Irrigada, por região, estado e município.

fonte: Agrolink, com informações da Assessoria