Agronegócio dará uma força para o PIB

Imagem retirada de http://www.happening.com.br/agronegoacutecio.html Imagem retirada de http://www.happening.com.br/agronegoacutecio.html

17/02/2017

A atual safra de grãos de 219 milhões de toneladas, que ficará cerca de 5% acima do recorde obtido dois anos atrás, deve ajudar a economia a começar a se recuperar. Mais dinheiro no bolso dos agricultores significa movimento na economia do interior do País, com mais consumo de matérias primas para a próxima safra, novos investimentos em máquinas, equipamentos e tecnologia. O setor, que hoje representa 30% do Produto Interno Bruto (PIB), 30% dos empregos e 35% das exportações brasileiras, mais uma vez deverá puxar a atividade econômica em 2017, para compensar o ainda fraco desempenho da indústria e do comércio e serviços.

Adubando dá
A agricultura e pecuária devem gerar neste ano R$ 573 bilhões para os produtores rurais, cerca de R$ 30 bilhões a mais do que em 2016, de acordo com dados recentes da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil. Quando abertos os dados por segmento do agronegócio, os números também impressionam. Na contramão da maioria das áreas industriais, a indústria de fertilizantes apresentou expresso avanço em volume de vendas em 2016 - quando houve o preparo da atual safra. As empresas do setor entregaram 34 milhões de toneladas de janeiro a dezembro de 2016.

Fator positivo
Caso a super-safra de 219 milhões de toneladas se confirme, haverá um crescimento de 20,3% com relação à colheita de 2016, quando as condições climáticas atrapalharam e a área plantada diminuiu. A área plantada deve crescer 4,9%. O número também representa a maior safra da história do país e o maior crescimento de um ano para outro desde 2003. A expectativa é que, ao contrário do ano passado, o setor ajude o PIB do país a alcançar em torno de 1,7% de crescimento, em relação a 2015, quando a atividade econômica total do País ficou negativa em 3,49%.

Pela saúde
Com o objetivo de influenciar o comportamento das pessoas para o propósito do protagonismo: "Sua saúde é sua atitude", o Santander está promovendo a semana Be Healthy em todas as unidades do mundo, que envolvem 188,5 mil funcionários, sendo mais de 47 mil no Brasil. Ao longo da semana, os funcionários estão sendo convidados a realizar gratuitamente exames de sangue, participar de atividades físicas e repensar seus hábitos e rotina de forma mais saudável. Além disso, participaram de palestras com os médicos Dráuzio Varela e Fernando Campos Pinto. A semana será encerrada com o lançamento de um desafio, em que equipes de funcionários terão seus indicadores de saúde monitorados por três meses. Ao fim do período, a equipe que registrar a melhor performance gravará um videocase e será premiada.

Era uma casa...
A partir de união de mais de 200 fabricantes, distribuidores e importadores do País, acaba de nascer a ABCasa, a Associação Brasileira de Artigos para Casa, Decoração, Presentes e Utilidades Domésticas. "A ABCasa surgiu do interesse mútuo das indústrias e importadoras do ramo de decoração, presentes e utilidades domésticas em criar uma instituição empresarial que unisse as empresas para fomentar ainda mais o mercado, ganhando representatividade e economia de escala", diz Renato Orensztejn, diretor da Metrópole e presidente eleito para o biênio 2017-2019.

...organizada
Até hoje, as empresas atuaram de forma autônoma e não tinham um órgão ou instituição que as representasse e incentivasse, em conjunto, suas necessidades empresariais. Por esse motivo, um dos pilares de atuação da associação será desenvolver produtos e serviços que atendam essas necessidades, sejam por meio de feiras, congressos, workshops ou palestras. A associação também pretende otimizar processos de gestão empresarial, bem como se aproximar das instituições político-governamentais e não governamentais, com a intenção de criar uma agenda positiva.

fonte: Udop, com informações do DCI (escrita por Liliana Lavoratti)