Área para plantio de milho deverá crescer 20%

Imagem: Nate Brelsford, SXC (http://www.sxc.hu/browse.phtml?f=download&id=1021428) Imagem: Nate Brelsford, SXC (http://www.sxc.hu/browse.phtml?f=download&id=1021428)

11/04/2012

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) anunciou nesta terça-feira (10) que a área destinada ao plantio da segunda safra de milho deste ano será 20,1% maior do que a safra 2010/2011, que foi 5,89 milhões de hectares. Isso corresponde a um aumento de 1,18 milhão de hectares, devendo totalizar 7,07 milhões de hectares destinados à produção do grão.
A Conab estima que a produção total de milho na segunda safra 2011/2012 será de 29,02 milhões de toneladas. Na safra anterior, foram colhidos 21,48 milhões de toneladas – o que representa aumento 35,1% na produção.
De acordo com o diretor de Informações da Conab, Sílvio Porto, o aumento da área plantada foi motivado pela alta de preço do milho à época do plantio.
Os estados que tiveram mais aumento de área destinada à plantação foram Minas Gerais (53,8% a mais do que na safra 2010/2011) e Tocantins (44,5%, no mesmo período). Com o maior volume de produção, a tendência é que os preços caiam, o que, segundo Porto, deverá acontecer já no segundo semestre de 2012.
“Era esperado aumento muito significativo [da área plantada] em função dos preços que estão em alta há alguns meses e ao fato de termos mantido essa relação de preço durante todo o processo de colheita da primeira safra”, disse o diretor da Conab, em  anúncio sobre as expectativas de safra para o período 2011/2012.
Ainda nesta terça-feira , a Conab anunciou que a produção nacional de grãos da safra 2011/2012 deverá atingir 159,2 milhões de toneladas –  colheita 2,2% menor (ou 3,63 milhões de toneladas a menos) do que na safra 2010/2011, quando foram colhidos 162,84 milhões de toneladas.
Em relação à safra de cana-de-açúcar, a Conab estimou que deverá haver aumento de 5,4% – chegando a 602,18 milhões de toneladas de produção na temporada 2012/2013. Na safra anterior, foram colhidas 571,44 milhões de toneladas.
A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) anunciou nesta terça-feira (10) que a área destinada ao plantio da segunda safra de milho deste ano será 20,1% maior do que a safra 2010/2011, que foi 5,89 milhões de hectares. Isso corresponde a um aumento de 1,18 milhão de hectares, devendo totalizar 7,07 milhões de hectares destinados à produção do grão.

A Conab estima que a produção total de milho na segunda safra 2011/2012 será de 29,02 milhões de toneladas. Na safra anterior, foram colhidos 21,48 milhões de toneladas – o que representa aumento 35,1% na produção.

De acordo com o diretor de Informações da Conab, Sílvio Porto, o aumento da área plantada foi motivado pela alta de preço do milho à época do plantio.

Os estados que tiveram mais aumento de área destinada à plantação foram Minas Gerais (53,8% a mais do que na safra 2010/2011) e Tocantins (44,5%, no mesmo período). Com o maior volume de produção, a tendência é que os preços caiam, o que, segundo Porto, deverá acontecer já no segundo semestre de 2012.

“Era esperado aumento muito significativo [da área plantada] em função dos preços que estão em alta há alguns meses e ao fato de termos mantido essa relação de preço durante todo o processo de colheita da primeira safra”, disse o diretor da Conab, em  anúncio sobre as expectativas de safra para o período 2011/2012.

Ainda nesta terça-feira , a Conab anunciou que a produção nacional de grãos da safra 2011/2012 deverá atingir 159,2 milhões de toneladas –  colheita 2,2% menor (ou 3,63 milhões de toneladas a menos) do que na safra 2010/2011, quando foram colhidos 162,84 milhões de toneladas.

Em relação à safra de cana-de-açúcar, a Conab estimou que deverá haver aumento de 5,4% – chegando a 602,18 milhões de toneladas de produção na temporada 2012/2013. Na safra anterior, foram colhidas 571,44 milhões de toneladas.

Fonte: DCI, com informações da Agência Brasil