Brasil usará 53% da safra de cana para etanol

Imagem: Kym McLeod, SXC Imagem: Kym McLeod, SXC

08/07/2013

O etanol deve voltar a ganhar espaço como destino da produção de cana-de-açúcar no Brasil. A previsão foi divulgada nesta sexta-feira pela Organização Internacional do Açúcar (OIA). Para a entidade, 53% da safra recorde prevista de 630 milhões de toneladas em 2013/14 deve ser destinada à produção do combustível renovável. Na produção de 2012/13, açúcar e etanol dividiram a produção quase igualmente, com 50% para cada.

A previsão foi divulgada há pouco pelo economista-sênior da entidade, Leonardo Bichara Rocha. "Graças ao rápido crescimento da produção do etanol no Brasil na comparação com o açúcar, acreditamos que a alocação da cana para o etanol voltará a crescer de novo no País até 53% na safra 2013/14", disse há pouco no 2º Encontro do Açúcar e Etanol realizado pela Datagro e pelo Ministério de Relações Exteriores do Brasil na capital britânica.

Durante a apresentação, Bichara Rocha comentou, ainda, que a desvalorização do real tende a ajudar as exportações do setor de açúcar e etanol. "A despeito dos problemas logísticos do Brasil, um fator que ajuda os exportadores é a recente desvalorização do real. Se olharmos o preço internacional do açúcar em reais, ele está apenas 13% menor que o visto em janeiro do ano passado. Ou seja, caiu muito menos que os preços globais em dólar, que cederam 30% no mesmo período", explicou.

Fonte: Agência Estado