CNA estima crescimento de 11,2% do VBP agropecuário em 2012

Imagem retirada de http://www.revistaplantar.com.br/goias-recebe-cnafaegsenar-em-campo/ Imagem retirada de http://www.revistaplantar.com.br/goias-recebe-cnafaegsenar-em-campo/

21/11/2012

O aumento dos preços da maioria dos produtos agropecuários elevou para 11,2% a previsão de crescimento do Valor Bruto da Produção (VBP) da agropecuária em 2012, para R$ 367 bilhões, segundo projeções divulgadas nesta terça-feira (20/11) pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). O levantamento, feito a partir de dados do faturamento bruto de 25 produtos agropecuários, indica que o VBP do segmento pecuário, que inclui, além das carnes, ovos e leite, deve crescer 6% para R$ 136,293 bilhões em 2012.

O crescimento do VBP agrícola será maior: 14,5%, para R$ 230,804 bilhões. O desempenho da soja vai influenciar esse resultado, especialmente porque os preços da oleaginosa estão em patamares mais elevados que os registrados no ano passado. A CNA cita, ainda, o faturamento bruto obtido pelos produtores de milho. O VBP desse segmento deve crescer 40% em relação ao valor de 2011, de R$ 24,5 bilhões para R$ 34,3 bilhões.

O bom cenário para o milho é justificado pelo aumento das exportações brasileiras, que devem variar entre 18 e 19 milhões de toneladas em 2012, segundo a CNA. Os embarques nacionais foram estimulados pela seca que atingiu o centro produtor dos Estados Unidos, reduzindo a produção e o volume disponível para embarque.

O desempenho das vendas externas de milho é um dos fatores que justifica o crescimento de 11,8% nas exportações brasileiras no mês de outubro, quando os embarques de todos os produtos agropecuários brasileiros atingiram o recorde de US$ 9,6 bilhões. A CNA avaliou como positivo o desempenho do setor sucroalcooleiro no cenário externo. Enquanto o faturamento obtido pelas exportações de açúcar e álcool atingiu US$ 2,3 bilhões em outubro, 39,4% acima do resultado obtido no mesmo mês de 2011, o VBP da cana-de-açúcar deve crescer 39,9% no ano para R$ 45,520 bilhões.

PIB – A CNA também divulgou dados relativos ao resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do setor em agosto. O levantamento, feito em parceria com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP), mostra que o PIB do segmento primário do agronegócio registrou aumento de 0,39% no mês, crescimento superior ao registrado em julho, quando o crescimento foi de 0,14%.

Fonte: Canal do Produtor