Colhendo 96,5% de área, Argentina mantém recorde para safra de milho

Imagem retirada de http://www.agrolink.com.br/noticias/colhendo-96-5--de-area--argentina-mantem-recorde-para-safra-de-milho_179074.html Imagem retirada de http://www.agrolink.com.br/noticias/colhendo-96-5--de-area--argentina-mantem-recorde-para-safra-de-milho_179074.html

02/08/2013

A Argentina está próxima de encerrar a colheita da safra de milho. Alcançou 96,5% da área até esta quinta-feira (1º), segundo relatório da Bolsa de Cereais de Buenos Aires. Na comparação com a última semana houve um progresso de 3,3 pontos percentuais, além de 0,8 ponto percentual na média anual.

A entidade manteve a previsão de produção em 24,8 milhões toneladas, patamar considerado histórico para o país. Mas a média de produtividade, avaliada em 7,2 toneladas/ha, está abaixo daquelas verificadas, por exemplo, nas temporadas 2004/05 (7,7 toneladas), 2006/07 (8 toneladas) e 2009/10 (8,6 toneladas).

Em seu relatório semanal os analistas da Bolsa de Cereal destacam que vários fatores climáticos, como o excesso de água, geada e grave seca de verão têm gerado durante a campanha de cereal uma grande heterogeneidade de rendimento.

Algumas regiões do país, durante o início da safra, enfrentaram severas chuvas em meados de agosto, setembro, outubro e parte de novembro, o que gerou atrasos na incorporação de lotes em áreas produtivas.

Noutras, foi a seca severa durante o verão, reduzindo a superfície, além de obrigar muitos produtores a não semear o total de área programado para a temporada.

Fonte: Agrodebate, escrita por Leandro J. Nascimento