De cada dez municípios de MS, oito cultivaram soja na safra 12/13

Imagem retirada de http://www.agrolink.com.br/noticias/de-cada-dez-munic--237-pios-de-ms--oito-cultivaram-soja-na-safra-12-13_168976.html Imagem retirada de http://www.agrolink.com.br/noticias/de-cada-dez-munic--237-pios-de-ms--oito-cultivaram-soja-na-safra-12-13_168976.html

15/04/2013

Dos 79 municípios sul-mato-grossenses, produtores de 64, o que representa 81% cultivaram soja na safra 2012/2013. É o que aponta levantamento divulgado na sexta-feira (12) pela Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS).

Atualmente a agricultura é responsável por aproximadamente 33 mil empregos no Estado e conta com 55 mil pessoas dependentes da atividade, direta ou indiretamente. A afirmação é do diretor executivo da Aprosoja/MS, Lucas Galvan, que apresentou a cadeia produtiva da soja para técnicos da Europa e América Latina, no Simpósio Internacional sobre iniciativas de sustentabilidade e tendências na Europa e América Latina, que aconteceu até a sexta-feira (12), no auditório da Casa Rural.

Com a palestra "O papel da Aprosoja na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira", Lucas Galvan, apresentou aos estrangeiros toda a ocupação do solo sul-mato-grossense e os principais projetos desenvolvidos no Estado que prezam pela recuperação das áreas degradadas e pela implementação de tecnologia no campo.

"Em 2012 investimos R$ 1,5 milhão em pesquisa para o desenvolvimento da agricultura do Estado. Esperamos melhorar essa cifra e oferecermos tecnologia de ponta aos produtores, no intuito de tornar o solo mais produtivo", ressaltou Galvan, referindo-se aos recursos articulados pela Aprosoja MS e disponibilizados pelo Fundo para o Desenvolvimento das Culturas de Milho e Soja (Fundems), que beneficiaram pesquisas realizadas pela Fundação Chapadão, Fundação MS e Embrapa Agropecuária Oeste.

Atualmente, o Estado tem 7.525 agricultores. De acordo com o diretor executivo da Aprosoja/MS, a união desses profissionais é indispensável para que fixar o homem no campo, com práticas de responsabilidade social e ambiental. "Nosso foco está no aumento da competitividade do setor de modo sustentável. Como instituição, a Aprosoja promove a apóia ações voltadas para o desenvolvimento tecnológico e a abertura de mercados, impulsionando a cadeia e a verticalização da produção", finaliza.

Fonte: Agrodebate, com informações da Aprosoja/MS)