Etanolduto Ribeirão Preto – Paulinia recebe autorização da ANP

Imagem retirada de http://www.jornalcana.com.br/imagens/news/0000000004822_img.jpg Imagem retirada de http://www.jornalcana.com.br/imagens/news/0000000004822_img.jpg

24/07/2013

Após testes, sistema de Ribeirão a Paulínia é liberado e operação comercial começa ainda neste mês.

A transferência comercial de etanol pelo duto da Logum Logística SA, que liga Ribeirão Preto a Paulínia, está liberada.

A autorização foi dada pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), na última semana.

Segundo a Petrobras, uma das sócias do empreendimento, no fim de junho foi realizada uma transferência teste e a iniciativa “é um marco para a indústria nacional de biocombustíveis e contribui para o aumento da competitividade do etanol no Brasil”.

O duto possui 24 polegadas de diâmetro, interliga o Terminal Terrestre de Ribeirão Preto à Refinaria de Paulínia (Replan), tem 206 quilômetros de distância e será operado pela Transpetro.

A operação comercial definitiva, que começa neste mês segundo a Petrobras, permitirá a venda do etanol hidratado em Paulínia ou a sua transferência, por meio de outros dutos, para Barueri e para o Rio de Janeiro.

Programa
Esta é a primeira etapa de um empreendimento que integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), estimado em R$ 7 bilhões, constituído de modais dutoviário e hidroviário.

A iniciativa permitirá a coleta de etanol dos estados produtores e o transporte até os grandes centros consumidores do Sudeste do País.

Fonte: Jornal A Cidade