Exportações brasileiras confirmam bom momento

Imagem: SXC Imagem: SXC

19/09/2012

O resultado das operações brasileiras no mercado internacional do arroz em agosto foi recebido como mais um fator que comprova o bom momento da comercialização do grão para os produtores nacionais. O presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Renato Rocha, considerou excelentes os números indicados pela Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Secex/MDIC) para as exportações de agosto. O Brasil exportou 159,2 mil toneladas de arroz, em base casca, e importou 61,5 mil/t. O saldo da balança comercial, no mês, foi de expressivas 97,6 mil toneladas. Em agosto, chamou atenção o alto volume de grão importado pela Venezuela.
Nos seis primeiros meses do ano comercial o Brasil já acumula 996,1 mil toneladas de arroz, em base casca, exportados. As importações alcançam 524,7 mil toneladas. O saldo da balança comercial é positivo em 471,4 mil toneladas. “É importante lembrar que o mercado internacional vive um momento mais firme e que em setembro o governo federal está realizando leilões para mais de 40 mil toneladas de arroz em casca que será trocado por arroz beneficiado para as doações humanitárias, o que indica um reforço nas vendas externas ao longo dos próximos meses”, diz Renato Rocha.
Segundo ele, o Brasil tem potencial para exportar mais de 1,5 milhão de toneladas de arroz, em base casca, até fevereiro de 2013. “Há um esforço exportador da cadeia produtiva, principalmente para reduzir os efeitos nocivos da entrada dos excedentes do Mercosul no mercado brasileiro. E estes números demonstram que a estratégia está certa”, finaliza.
O resultado das operações brasileiras no mercado internacional do arroz em agosto foi recebido como mais um fator que comprova o bom momento da comercialização do grão para os produtores nacionais. O presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Renato Rocha, considerou excelentes os números indicados pela Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Secex/MDIC) para as exportações de agosto. O Brasil exportou 159,2 mil toneladas de arroz, em base casca, e importou 61,5 mil/t. O saldo da balança comercial, no mês, foi de expressivas 97,6 mil toneladas. Em agosto, chamou atenção o alto volume de grão importado pela Venezuela.

Nos seis primeiros meses do ano comercial o Brasil já acumula 996,1 mil toneladas de arroz, em base casca, exportados. As importações alcançam 524,7 mil toneladas. O saldo da balança comercial é positivo em 471,4 mil toneladas. “É importante lembrar que o mercado internacional vive um momento mais firme e que em setembro o governo federal está realizando leilões para mais de 40 mil toneladas de arroz em casca que será trocado por arroz beneficiado para as doações humanitárias, o que indica um reforço nas vendas externas ao longo dos próximos meses”, diz Renato Rocha.

Segundo ele, o Brasil tem potencial para exportar mais de 1,5 milhão de toneladas de arroz, em base casca, até fevereiro de 2013. “Há um esforço exportador da cadeia produtiva, principalmente para reduzir os efeitos nocivos da entrada dos excedentes do Mercosul no mercado brasileiro. E estes números demonstram que a estratégia está certa”, finaliza.

Fonte: Planeta Arroz, com informações da Federarroz