Exportações de algodão aumentam 146% em 2012

Imagem retirada de http://www.abag.com.br/index.php?apg=box&npr=21&or_mpg=99.01.00&tipo= Imagem retirada de http://www.abag.com.br/index.php?apg=box&npr=21&or_mpg=99.01.00&tipo=

14/09/2012

As exportações de algodão em 2012 atingiram 483 mil toneladas, o que representa um aumento de 146% em relação ao mesmo período do ano passado, que foram 196 mil toneladas. O valor também mais que dobrou: de R$ 824 milhões* em 2011 passou para R$ 1,9 bilhão* este ano. Apesar do aumento das vendas, o preço médio teve retração de 7%, passando de R$ 4 mil por tonelada para R$ 3,8 mil*.

No mês de agosto, também houve aumento na quantidade exportada, de 118 mil em 2011 para 120 mil toneladas este ano. No entanto, o valor total caiu de R$ 506,5 milhões* no mesmo mês do ano passado para R$ 490 milhões* em 2012.

O Estado que mais exportou o produto até o momento foi Mato Grosso, totalizando R$ 895,4 milhões*, seguido pela Bahia com R$ 708,3 milhões*. Juntas, as duas unidades federativas são responsáveis por 81% da produção nacional. As informações foram elaboradas pela Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a partir dos dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Produção
O Valor de Produção Bruto do Algodão está entre os produtos de melhor desempenho no mês de agosto (37,1%), seguido do milho (28,4%), da soja (16,4%) e do feijão (9,4%), de acordo com dados calculados a partir dos levantamentos de safra realizados no período.

A produção de algodão em pluma deve totalizar 1,8 milhão de toneladas na safra 2011/12, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Com índice de produtividade 60% superior aos Estados Unidos, a cotonicultura brasileira mudou radicalmente, passando, em uma década, de lavoura manual para totalmente mecanizada no plantio, nos tratos culturais e na colheita. Atualmente, o Brasil é o terceiro maior exportador do produto.

*Os valores correspondem à cotação do dólar comercial da terça-feira, 11 de setembro de 2011, que ficou em R$ 2,01.

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA