Kátia Abreu negocia reforço de R$ 350 milhões para o seguro rural em 2016

Imagem retirada de http://agrolink.com.br/noticias/katia-abreu-negocia-reforco-de-r--350-milhoes-para-o-seguro-rural-em-2016_344841.html Imagem retirada de http://agrolink.com.br/noticias/katia-abreu-negocia-reforco-de-r--350-milhoes-para-o-seguro-rural-em-2016_344841.html

09/12/2015

O orçamento do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) pode ganhar reforço em 2016, passando de R$ 400 milhões para R$ 750 milhões. Isso porque a ministra Kátia Abreu negocia com os ministérios da Fazenda e do Planejamento e o Tesouro Nacional o remanejamento de R$ 350 milhões do Programa de Garantia de Preço Mínimo (PGPM) para o seguro rural.  O anúncio foi feito nesta terça-feira (8) pelo secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), André Nassar, em Brasília.

“A proposta é que se busque consenso dentro do governo para que seja realocada para o seguro rural parte dos recursos de garantia de sustentação de preço, como o Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro) e Prêmio para Escoamento do Produto (PEP)”, disse Nassar.

De acordo com o secretário de Política Agrícola, o Mapa fez um levantamento dos montantes destinados ao Pepro e PEP e chegou à conclusão que, ao final do ano, os valores não são integralmente usados. Desta forma, assinalou Nassar, esses recursos poderão ser transferidos para o PSR, dando apoio aos produtores rurais.
 
“Com isso, praticamente dobrará o volume de recursos para o seguro”, enfatizou o secretário.

Fonte: Agrolink, com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento