Mais da metade dos municípios têm agropecuária como principal atividade

Imagem retirada de http://www.mundodastribos.com/curso-de-agropecuaria-a-distancia-gratis.html Imagem retirada de http://www.mundodastribos.com/curso-de-agropecuaria-a-distancia-gratis.html

21/12/2015

Mais da metade dos municípios brasileiros tem na atividade agropecuária sua principal atividade econômica privada, mostra a pesquisa Produto Interno Bruto dos Municípios (2010-2013), divulgado nesta sexta-feira (18) pelo IBGE.

Dos 5.570 municípios do país, 3.191 tinham a agropecuária como atividade econômica predominante em 2013, o que representa 57,3% do total, segundo a pesquisa. Esse percentual era um pouco maior (62%) em 2010.

Como pretendia medir a atividade privada da economia, o IBGE desconsiderou nesses cálculos administração pública (saúde, educação e seguridade social).

O número chama atenção porque o setor agropecuário representa pouco mais de 5% do PIB (Produto Interno Bruto) do país, segundo os dados das Contas Nacionais do IBGE.

O município baiano de São Desidério foi novamente o campeão do PIB da agropecuária, com valor adicionado bruto ao setor de R$ 1,3 bilhão em 2013. O município é o maior produtor de algodão herbáceo do país.

Logo atrás aparece Rio Verde (GO), com valor adicionado de R$ 1,06 bilhão em 2013. O município é um grande produtor de soja, milho aves, suínos e bovinos. Sua população é de 207.296 habitantes.

A riqueza que o campo gerou em Rio Verde tem sido razoavelmente bem aproveitada. O índice de desenvolvimento humano da Firjan é de 0,829 no município, considerado alto.

Um município da lista que chamou atenção foi Manacapuru (AM), perto de Manaus, região que não é considerada uma fronteira agrícola. O município apareceu em 14º lugar, com R$ 621,8 milhões. O motivo seria o plantio de mandioca.

Outros setores
O abrangente grupo chamado de "demais serviços" (que inclui atividades variadas, desde transporte a serviços financeiros e administração imobiliária) era a principal atividade econômica de 18% dos municípios do país.

A indústria de transformação aparece logo em seguida, como principal atividade de 680 municípios brasileiros, ou 12% do total, segundo a pesquisa do IBGE. Neste caso, o percentual é compatível com o peso de 12% do valor total do PIB.

Administração pública
A pesquisa mostra ainda que quatro em cada dez municípios brasileiros tinham mais do que um terço da sua economia dependente da administração pública. Eram mais precisamente 2.349 municípios, 42,2% do total.

Em quatro deles, o peso da administração pública superava 75% da economia. Eram eles Guamaré (RN), Uiramutã (RR), São José de Princesa (PB) e Santo Antônio dos Milagres (PI), 76,5%, segundo a pesquisa.

Segundo Sheila Zani, gerente do PIB dos Municípios, os estados das regiões Norte e Nordeste são os que tem mais municípios dependentes da administração pública. Sudeste e Sul são os que tem menos municípios nessa situação.

Fonte: Udop, com informações da Folha Online (escrita por Bruno Villas Bôas)