Milho doce com 25% de teor de açúcar no grão

23/03/2012

Os produtores de milho já podem começar a se animar. A Embrapa está lançando a nova cultivar de milho doce BRS Vivi. Ela só chegará ao mercado no ano que vem, mas tem produtividade média de 2.230 quilos por hectare e alto teor de açúcar no grão: 25%. A cultivar poderá ser plantada na Região Sudeste e no Estado do Paraná.

A principal característica é que ele é um material considerado super doce, com aproximadamente 25% de açúcar no grão, o que é um número bem alto. As outras cultivares de milho doce têm uma média de 16% a 18% de açúcar. É uma característica importante porque vai fazer ela ser mais apreciada pelo consumidor, o que deve render um valor de mercado maior para o produtor — destaca o engenheiro agrônomo Silvio Torres Pessoa, analista da Embrapa Milho e Sorgo.

Segundo o analista, a BRS Vivi não tem nenhuma característica especial em relação à resistência a doenças ou ataque de pragas, mas ele explica que, em geral, os materiais doces são mais sensíveis do que os materiais comuns. Outro problema comum às cultivares de milho doce é a maior sensibilidade ao uso de agrotóxicos, de acordo com Pessoa, podendo haver problemas de toxidade com os herbicidas, se eles não forem manejados corretamente.

Ela tem ciclo médio de 80 dias e está atingindo uma produtividade de 2.230 quilos por hectare, considerando o grão no ponto de maturação fisiológico e depois corrigida para a umidade de 13%.

Os cuidados de manejo devem ser os mesmos para as cultivares de milho que o produtor já está acostumado, a única diferença é em relação à densidade de plantio. Nós trabalhamos com cerca de 50 mil plantas por hectare, o que é um número um pouco mais baixo do que o plantio para grãos — ressalta Pessoa.

Fonte: http://www.cenariomt.com.br/noticia.asp?cod=173119&codDep=6