SP, MT e RS são os primeiros no ranking do agronegócio

Imagem retirada de http://agenda2020.com.br/propostas/agronegocio/ Imagem retirada de http://agenda2020.com.br/propostas/agronegocio/

18/08/2014

Em julho de 2014, São Paulo permaneceu em primeiro lugar no ranking de exportações, com a cifra de US$ 1,62 bilhão. Em segundo, está o estado de Mato Grosso, com US$ 1,39 bilhão, seguido do Rio Grande do Sul com US$ 1,36 bilhão exportado. Em quarto lugar está o Paraná, com US$ 1,28 bilhão e por último, Minas Gerais, com US$ 740 milhões.

Entre janeiro e julho deste ano, o complexo sucroalcooleiro foi o destaque de São Paulo, com exportações que atingiram US$ 3,74 bilhões. Em seguida, as exportações de carne pelo estado alcançaram o montante de US$ 1,49 bilhão.

Em Mato Grosso, o complexo soja se destacou na pauta de exportações, entre janeiro e julho de 2014, com US$ 8,02 bilhões. Dentro do complexo, a soja em grãos foi responsável por US$ 6,46 bilhões em exportação. As carnes ficaram em segundo lugar no estado, com o montante de US$ 958 milhões.

O complexo soja também foi destaque no Rio Grande do Sul, com exportações que alcançaram US$ 3,66 bilhões, nos primeiros sete meses do ano. Desse valor, US$ 2,87 bilhões foram de soja em grãos. Já o setor de carnes ficou em segundo lugar, com a cifra de US$ 1,15 bilhão exportado. Apenas de carne de frango foram US$ 779 milhões.

No Paraná, o setor que mais exportou no primeiro semestre do ano foi o complexo soja, com o montante de US$ 4,2 bilhões. O segundo foi o setor de carnes, com exportações que alcançaram a cifra de US$ 1,48 bilhão. Desse valor, US$ 1,27 bilhão foi de carne de frango.

Por último está o estado de Minas Gerais, onde se destacou o café nas exportações entre janeiro e julho deste ano, com a cifra de US$ 2,13 bilhões. O segundo produto mais exportado pelo estado foi o complexo soja, que atingiu o montante de US$ 654 milhões.

A balança comercial do agronegócio dos estados é feita mensalmente pela Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Fonte: Udop, com informações da Assessoria de Comunicação Social